Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Obrigado, pela vossa amizade

por aquimetem, em 16.01.11

          Hoje fui mais o meu conterrâneo José  Francisco B. Lopes, fazer uma visita ao insigne vila-condense (natural de Fajozes) Dr. Primo Casal Pelayo, que continua ainda em convalecença da mossa provocada por uma queda que deu há tempos. Homem de cultura a quem muito deve Mondim de Basto, mormente a freguesia e paróquia de São Pedro de Vilar de Ferreiros, Primo Pelayo a pesar da idade continua a ser um admirador convicto da região de Basto que acompanha lendo todas as noticias que lhe cheguem pelo jornal, rádio ou tv.  O tema desta tarde foi à volta do Monte Farinha e da sua ermida ou Santuário que ele admiravelmente estudou, historiou e editou, em 1968; e reeditou, em 1988. Memórias doutros tempos e batalhas... 

          Formado em Direito, depois de passar pela Magistratura (como delegado do MP), optou pelo Ensino Particular, primeiro num colégio familiar  e mais tarde num colégio que adquiriu em Lisboa. Aqui trabalhou até à sua aposentação, formando e cultivando gerações que além do mestre, tinham no Dr. Casal Pelayo um amigo generoso. O tempo passa e nem sempre os amigos sabem corresponder e ser agradecidos. Mas lá fui hoje dar com um casal amigo que já não via há mais de três décadas e sei é o maior amigo, diria o " Anjo da Guarda", de um consagrado estudioso e homem de letras que ao Ensino e à História de Portugal prestou relevante serviço. Ao casal Godinho que tão dedicadamente tem acompanhado na doença e na idade  este ilustre ansião as minhas felicitações. Fez-me lembrar: "Apresentei-Me aos que não perguntavam por Mim, encontraram-Me os que não Me procuravam (Is LXV, I)".  Também o meu obrigado, pela vossa amizade                 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:32


8 comentários

De mg a 19.01.2011 às 16:03

Ainda bem que que se lembrou de fazer vista a esse ilustre senhor.
Às vezes as pessoas são ingratas e com o tempo deixam para trás esquecidas, pessoas a quem devem muito...
Deve realmente ser uma pessoas muito interessante e de muito valor.Desde já fica o meu desejo de melhoras para o sr. Dr. Primo Casal Pelayo.
O conterrâneo sempre no cumprimento de dever cristão...

De aquimetem a 20.01.2011 às 10:58

Diz bem. Além do mais tenho em particular uma dívida de gratidão para com tão ilustre e generosa pessoa, pois lhe devo o gosto pela vertente histórica e pesquisa nos arquivos. Sem a sua intervenção no caso... da Senhora da Graça, ainda hoje se não sabia a história verdadeira, e nem Mondim de Basto tinha de si próprio conhecimento que tem hoje. Foi graças às fontes de estudo e consulta que Primo Pellayo disponibilizou aos estudiosos que depois outros passaram a poder consultar. O autor da Ermida do Monte Farinha não é apenas um amigo da Senhora da Graça é o precursor dos verdadeiros estudiosos de Mondim e da região de Basto, embora natural de Vila do Conde e residente em Lisboa. Quem ao menos hajam mondinenses como nós reconhecidos e descomplexados . Bem haja.

De Eduardo Vila Verde a 09.12.2011 às 19:07

Foi com muita tristeza que tomei conhecimento do falecimento no passado mes de Fevereiro do Dr. Primo Casal Pelayo . Fui aluno do collegio de S. Jose em Vila do Conde quando este, por iniciativa dos irmaos Pelayo , fora fundado no principio da decada de 50. Ainda conheci os pais do Dr. Pirmo que eram professores primarios. Tive como professor o Dr. Primo portugues e historia), Os restantes irmaos eram igualmnte profeesores do colegio : Dr. Jose , Dr. Joao Baptista, Dr. Vicente e o Padre Reinaldo, que acumulava com a gestao da paroquia de Fajoses . Hoje, fui a um almoco de confraternizacao de antigos alunos do Colegio de S. Jose e ali pudemos recordar esses nossos professores que muito contribuiram para a nossa educacao e preparacao para a vida.

De aquimetem a 10.12.2011 às 00:21

Obrigado pela visita; e como reconhecimento, lembro que dei noticia do triste desenlace no blog Monte Farinha, em post de 17 de Fevereiro de 2011. Também foi meu professor de Portugues, História e Geografia, no seu externato Latino Coelho, em Lisboa. Como eu gostava de escrever torna-mo-nos amigos a ponto de se interessar por defender os direitos da minha terra-natal, Vilar de Ferreiros, na Senhora da Graça (Monte Farnha) , em obra que publicou em 1968. Era pessoa que nasceu para fazer do ensino profissão e sarcedócio. Para mim foi uma graça tê-lo conhecido e dele colher muitos ensinamentos. Mais um meu muito obrigado, com votos de Santo Natal e Feliz 2012.

De Eduardo Vila Verde a 31.07.2012 às 18:15

Hoje, num restaurante de Vila do Conde realizou-se mais um almoço de confratenizaçao de antigos alunos do Colegio de S. Jose em Vila do Conde. Muitos dos presentes nao se encontravam ha mais de 50 anos; foi um grande choque emocional para alguns deles. A maioria deles nao tinha ainda conhecimento do falecimento do Dr Primo. Um dos elementos do grupo ficou encarregado de tentar contactar alguem da familia dos Pelayos, para, por seu intermedio, podermos prestar uma singela homenagem de agradecimento aos nossos antigos mestres, ja todos falecidos.
Os meus melhores cumprimentos

De aquimetem a 13.08.2012 às 15:13

Naquilo que puder colaborar estou ao inteiro dispor Parabéns e que as boas causas sejam sempre uma constante no vosso proceder. Ainda ontem me encontrei em Fátima com uma amigo que foi meu condiscípulo no Externato Latino Coelho, em Lisboa, onde se recordou o Dr. Primo.

De ibipatria a 16.06.2013 às 18:12

Só com o intuito meramente informativo, acrescento que o Dr. Primo também leccionou no Algarve, em Faro, salvo o erro.
Contudo, antes de deixar o Grande Colégio de S. José, como é sabido, foi professor de Português; e, tudo fez para que os seus alunos redigissem sem erros ortográficos ou outros. Um esforço, neste sentido, de parte daqueles que receberam as suas doutas e esclarecidas lições, seria, do meu despretensioso ponto de vista, uma das melhores formas de o homenagear e respeitar.
Ainda mantenho um livro assinado por ele que muito estimo e preservo.

Uma nota final, para deplorar o esquecimento municipal que todos os irmãos foram votados.
Poucos, educacional e culturalmente, foram tão úteis não só a Vila do Conde, ao seu concelho e, outrossim, ao norte litoral do país, pois, foi frequentado por alunos da região do Porto, Famalicão, S.to Tirso, etc., tal o prestígio, merecido, que esse Grande Colégio estava aureolado.
Não obstante, nem ao nome de uma rua, nenhum deles, teve direito...
Que eu saiba.

Cps.
Mendes

Que Deus tenha em paz eterna os irmãos já falecidos.


De Eduardo Vila Verde a 06.07.2014 às 22:14

Li agora o comentario de IBIPATRIA, com o qual estou inteiramente de acordo.
Mas a este proposito presto a seguinte informaçao:
Em 28 de Junho passado o Dr Joao Baptista Casal Pelayo completaria 100 anos.
Um grupo de antigos alunos do Colegio de S. Jose em Vila do Conde, aproveitando a passagem do centenario do nascimento daquela insigne personalidade decidiu organizar, nesse dia 28 de junho, uma homenagem ao Dr Joao Baptista, a que tambem se associou a Camara Municipal de Vila do Conde:
- foi descerrada pela presidente da Camara, uma lapide evocativa no Centro Municipal da Juventude
-foi inaugurada uma exposiçao evocativa sobre a historia do Colegio de S. Jose (1949-1987), no Centro Municipal da Juventude
-foi celebrada na Matriz de Vila do Conde missa de sufragio do homenageado e de todos os professores, colaboradores e alunos ja falecidos. (Na homilia o celebrante sublinhou a grande merito da acçao do colegio, desenvolvida ao longo de quase 40 anos, pelos irmaos PELAYO. Recorde-se que em meados do seculo passado o ensino, para alem da antiga 4ª. classe, estaria apenas ao alcance de um reduzido numero de familias com algum poder economico, e o analfabetismo seria superior a 70%. O concelho de Vila do Conde, e ate os concelhos limitrofes puderam assim beneficiar imenso com contributo da familia Pelayo no processo educativo neste concelho).
-o programa terminou com um almoço convivio no Hotel Santana com oferta de medalhas. Estiveram presentes mais de meia centena de ex-alunos representativos de varias geraçoes

-

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D