Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Pelas ruas de Alfama

por aquimetem, em 14.06.11

           Em todas as terras onde tenha altar, mas sobretudo naquelas que festejam os Santos Populares, o Santo António no seu dia, 13 de Junho, é festejado com muita animação, alguma por certo alheia ao que foi o viver e sentir do Santo, contudo também de muita piedade e devoção autenticamente cristã. Ontem pode verificar isso mesmo quem se abeirou deste imóvel alfacinha (igreja de Santo António) onde segundo conceituados autores nasceu, a 15 de Agosto de 1195,  Fernando Martins de Bulhões. 

           Com Missas da parte de manhã, às 07h, 08h,09h,10h, 11h e às 12h Missa Solene, presidida por D.Joaquim Mendes, bispo auxiliar do Patriarcado, foi porém a Procissão que às 17h00 saiu a percorrer as ruas de Alfama que deu o testemunho fiel desta jornada de devoção antoniana. Ao incorporar no cortejo não centenas,mas milhares de  devotos do Santo casamenteiro, padroeiro dos namorados e protector dos feirantes. Merecendo especial louvor o apoio material que a autarquia disponibiliza à organização através dos Serviços Municipais, Bombeiros e Polícia Municipal.

 

           Filho e padroeiro de Lisboa não admira que nesse dia as principais forças vivas da cidade se associem às cerimónias religiosas que a Igreja e o povo cristão promovem em sua honra. Por isso esse bom exemplo voltou ontem a ser constatado com a presença do Sr Presidente da Câmara Municipal, Dr.António Costa, acompanhado de um bom número de variadores municipais.    

           A imagem que saiu da  sua igreja para o vizinho Lg. da Sé formou ali a Procissão que só cerca de duas horas depois regresou ao lugar, onde frente à Sé Patriarcal foi ouvida a Mensagem e Hino de Acção de Graças. Nesta Sé, onde Fernando de Bulhões, que até aos 15 anos viveu com os pais, estudou na sua escola. Tendo depois entrado e professado no Mosteiro de São Vicente de Fora, dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. Rumou para Coimbra e no Mosteiro de Santa Cruz que dispunha da melhor biblioteca nacional de País muito se enriqueceu culturalmente. Também aqui em Coimbra já sacerdote tomou o habito franciscano, em 1220, e muda o nome de baptismo de  Fernando para António.  

          Contornando a Sé pelo seu lado direito uma mola imensa de fieis acompanhou com fé e devoção a imagem em procissão do santo português que com fama de santidade faleceu em Pádua, a 13 de Junho de 1231, e que não demorou um ano, 30 de Maio de 1232, após a sua morte a ser canonizado por Gregório IX, no processo de canonização mais rápiddo de sempre na Igreja Católica. 

 

           Com receio de não aguentar todo o trajecto da procissão, decidi voltar ao ponto de partida e agora com espaço aliviado da multidão, que só daqui a cerca de uma hora vai regressar, aproveitar para fazer uma visita à Igreja, onde se pode venerar a Reliquia do osso do braço esquerdo do santo, e na Cripta, onde nasceu Santo António, oscular e venerar outro dos seus ossos. As  principais relíquias de Santo António encontram-se na sua famosa basílica de  Pádua.        

           Além da visita ao interior da Igreja que tem o franciscano Padre Jorge Marques por seu zeloso reitor, deu-se o milagre de eu poder ficar no topo da escadaria da igreja e dali assistir ao regresso da procissão ao Lg. da Sé, e por fim, do regresso da imagem de Santo António à sua igreja.   

 

          O regresso da procissão passado junto ao Lg. de Santo António

 

          Vídeo onde mostra o regresso da imagem de Santo António à sua igreja.

 

          Transportada pelos Bombeiros a imagem de Santo António volta à sua igreja. Depois de muito aplaudida pelas ruas de Alfama    

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:05


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D