Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Entregues aos bichos....

por aquimetem, em 14.01.12

          Talvez não agrade a muitos, nem todos gostam de ouvir certas verdades, sobretudo se mexem com  o seu modo de ser e pensar. Mas que discordo com todos aqueles que armados em “Ladino”  -  personagem de  Os Bichos, de Miguel Torga -  lá isso é garantido; pois não aceito  que pessoas que vivem regaladamente e para quem o rigor da crise os não afecta, venham para a rua fazer coro com aqueles que realmente têm razão para se queixar. Solidariedade? Essa mostra-se com obras que podem ser realçadas com um pouco mais de generosidade e fraternidade

          Sabemos que o papel dos sindicatos e das intersindicais é precisamente fazer barulho de forma a justificar a quotização dos seus filiados , mas “não vá o sapateiro além do chinelo”. Isto para dizer que também não percebo como é que havendo crise se continua a ver os estádios de futebol cheios, as estradas a toda a hora apinhadas de veículos e toda a nossa gentinha na rua, no carro e nos transportes públicos de telemóvel à orelha a dar à língua. Espantar a crise? Não é a melhor forma de o fazer porque aprendi que”Grão a grão, enche a galinha o papo”.

          Como não atingi aquela da Câmara Municipal de Lisboa virar escola  agrária, com acções de formação em horticultura, nas freguesias de Benfica e Campolide. Será para transformar os jardins da cidade em canteiros para couves e alfaces ? Batatas bastam as que já abundam  por cá…”Com bolos se enganam os tolos”.

          E por aqui me cerro deixando ao critério dos meus amigos o concordar ou não com estas considerações que fiz,  ignorando muitas outras desajustadas ao momento que Portugal vive, como sejam: as greves dos transportes públicos ou privados, dos estivadores, do funcionalismo publico e de todos daqueles que ainda têm trabalho e um maior ou menor ordenado garantido e em nome da sua liberdade prejudicam a dos outros e arruínam o país ainda mais do  aquilo que está.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:24


2 comentários

De an a 26.01.2012 às 16:08



Os sindicatos fazem falta. Tudo se quer na sua conta.
Greves, sou sempre contra.Tudo tem de ser resolvido com diálogo, é por isso que vivemos agora, em Democracia.As greves , quase sempre só servem, para nos prejudicarmos uns aos outros.
Mas, é claro que, haverá sempre "Ladinos" ...

A Câmara de Lisboa, como esbanjou entre outras coisas, para ir dando ajudas a algumas da Assembleia Municipal, que só usavam a cabeça para acobrear o cabelo, agora tem de vender as couves ao povo, para juntar dinheiro para lhes pagar a reforma...tá na hora...
De certeza que não vão distribuir a hortaliça pelo povo, de borla!!

De aquimetem a 27.01.2012 às 16:06

Também não digo que não, mas que dão prioridade... aos melhor classificados e que rodeiam as chefias sindicais é garantido. Trepar por trepar, trepe quem está em primeiro.... e mais habilitado....Quem precisar deles faz bem agarrar-se. Lutar é sempre desejar vencer e a democracia também requer luta. até para ser regulada. Essa das hortas leva água no bico e só quem acobrear o cabelo entenderá desse tipo de hortaliça. Belo comentário

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D