Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Digno de ver

por aquimetem, em 11.07.13

 

          Natural de Torres Vedras, onde nasceu a 16 de Julho de 1948, D. Manuel José Macário do Nascimento Clemente, após a sua ordenação sacerdotal desempenhou as funções de vigário paroquial nas paróquias de Torres Vedras e Runa até 1980, altura em que foi nomeado para a equipa formadora do Seminário dos Olivais. Foi nomeado cónego da Sé Patriarcal em 1989. Depois entre 1989 e 1997 foi vice-reitor deste seminário e em 1997 foi promovido a reitor.

           Foi nomeado bispo auxiliar de Lisboa, com o titulo de bispo titular de Pinhel, a 6 de Novembro de 1999 por João Paulo II. A ordenação episcopal decorreu a 22 de Janeiro de 2000 na igreja do Mosteiro dos Jerónimos. Escolheu para lema episcopal: «In Lumine tuo».

        A 22 de Fevereiro de 2007 foi nomeado bispo do Porto pelo Papa Bento XVI. Entrou solenemente na diocese a 25 de Março.

        A 18 de Maio de 2013,  a Nunciatura Apostólica numa nota enviada à agência Ecclesia anuncia oficialmente a sua nomeação como Patriarca de Lisboa. Numa declaração de despedida à diocese do Porto, D. Manuel Clemente deixa a certeza de que “o coração não tem distância, só profundidade acrescida”.

 

          A posse canónica decorreu a 6 de Julho na Sé Patriarcal, perante o Cabido da mesma, e a entrada solene no Patriarcado de Lisboa realizou-se no dia seguinte, Domingo, 7 de Julho, na igreja do Mosteiro dos Jerónimos, às 16:00h.  Conceituado homem de Cultura e excelente facilidade de comunicar, D. Manuel Clemente é autor de uma vasta obra historiográfica, com destaque para títulos como: Portugal e os Portugueses e Um só propósito publicados em2009 e Igreja e Sociedade Portuguesa, do Liberalismo à República. Também nos meios de comunicação social D.Manuel Clemente é uma figura bem conhecida e admirada por crentes e não crentes

          Esta nomeação não foi de todo uma surpresa, uma vez que que D. Manuel Clemente é considerado um dos profundos pensadores do País na actualidade, e há muito era dado como o mais provável sucessor de D. José Policarpo; confirmou-se, assumindo, assim, o mais destacado cargo da Igreja Católica em Portugal. Recorde-se que pelo facto de Lisboa ser sede de um Patriarcado Metropolitano, ou seja, o Patriarca é também Metropolita da Província Eclesiástica de Lisboa, D. Manuel Clemente recebeu o pálio das mãos do Papa Francisco, durante uma cerimónia de imposição que decorreu na Basílica de São Pedro, em 29 de Junho pp. 

          Aproposito é de lembrar também que por Bula do Papa Clemente XII, de 17 de Fevereiro de 1737, ficou determinado que a pessoa nomeada Patriarca de Lisboa seja elevada à dignidade cardinalicia no Consistório imediato à sua eleição. Desse modo só nessa ocasião é que o Patriarca de Lisboa após a elevação a Cardeal assume o titulo da Cardeal-Patriarca de Lisboa.

           À Eucaristia da sua entrada solene na diocese, assistiram as mais altas individualidades religiosas, civis,  militares e politicas que no fim foram cumprimentadas, ao fundo da igreja, por D. Manuel. Entre as caras conhecidas destacamos  a esposa de Dr. Mário Soares, que não é agnóstica....

          Além do Presidente da Republica, também a Presidente da Assembleia da Republica e o Primeiro Ministro se associaram à solenidade

           Também D. Duarte Nuno e família como bons cristãos jamais faltariam a um acto desta natureza.

          Só a RTP-1 é que se portou muito mal numa transmissão que passou parte do tempo estagnado, sem imagem, e a pedir desculta por um problema que é o habitual: de servir mal os seus telespectadores. Não souberam, ou não sabem, aproveitar o que podia ser digno de ver. Mesmo assim, aproveitei alguma coisa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:37



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D