Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Casa das Aparições

por aquimetem, em 22.05.11

           Na manhã do dia  7 de Maio partimos cedo com destino à histórica e bem cuidada cidade de Pontevedra, capital administrativa de uma das quatro províncias que formam a Comunidade Autónoma da Galiza. O objectivo foi visitar a Casa das Doroteias ou Casa das Aparições como também ali se designa.

           Ainda não eram 09h00 (hora portuguesa) e já o Sr. Padre Abel, pároco da Bajouca (Leiria), estava paramentado na Casa das Doroteias e a celebrar a Eucaristia no que foi o quarto ou cela da irmã Lúcia, hoje transformado em oratório.  

           Na singeleza e modestia do oratório do convento ressai uma moldura, na parede, a recordar o aparecimento de Nossa Senhora e do Menino Jesus à Irmã Lúcia, e  tal como aconteceu deixa ver: Nossa Senhora com uma mão sobre o ombro da vidente, e a outra segurando o seu Coração cercado de espinhos, enquanto ao lado o Menino Jesus aponta para Lúcia ver e pedir que seja desagravado.    

           No corredor, ao lado da porta de  entrada para o quarto da Lúcia (oratório), uma placa relata a Grande Promessa que foi ali revelada e que vamos procurar verter para português: - " Neste lugar, a Virgem Santíssima com o Menino Jesus, em 10 de Dezembro de 1925 apareceu à irmã e disse-lhe: " Vê, minha filha. Meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos me cravam sem parar com blasfémias e ingratidões . Tu , ao menos, procura consolar-Me  e diz a todos que durante cinco meses, no primeiro sábado se confessem, recebam a Sagrada Comunhão e rezem o Rosário com o fim de Me desagravar. Prometo assistir-lhes na hora da morte com as graças necessárias para sua salvação". Na placa mais pequena consta uma saudação apostólica enviada pelo beato João Paulo II, em 17 de Dezembro de 2000.   

 

           No pátio, onde o Menino Jesus sem se revelar apareceu à irmã Lúcia, que julgando-O uma criança do burgo citadino O convidou a encontrar-se com ela para aprender catequese na igreja de Sta. Maria Maior, aproveitou-se para mesmo com chuva rezar ali um terço.  

 

           Do pátio deixamos a Casa das Aparições em direcção à vizinha igreja ou basílica de Santa Maria Maior, que em flamejante estilo gótico do séc. XIV se localiza na Praça de Sta. Maria, conservando no seu interior uma famosa imagem do Cristo da Boa Viagem. E como  a boa ética cristã aconselha e o respeito e reverência devida ao Santíssimo Sacramento ordena, sempre que se entra numa igreja procura-se e visita-se em primeiro lugar o Sacrário. Foi o que se fez, num dos altares laterais desta basílica.  

          Altar-mor da basílica ou catedral de Santa Maria Maior de Pontevedra

          Altar da Senhora da Piedade, na basilica de Santa Maria em Pontevedra 

     Praça de Santa Maria, em Pontevedra, com a basílica como pano de fundo.

  

           Vídeo mostrando o interior da basílica de Santa Maria.

 

          Visita feita à cidade de Pontevedra, há que regressar ao Mosteiro do Poio para almoçar e a seguir dar um passeio até Compostela para abraçar Santiago.

Ver: http://terrasdolis.blogs.sapo.pt/  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00


Rodar santamente

por aquimetem, em 11.05.11

          O Movimento da Mensagem de Fátima remonta ao ano de 1926 e teve no cónego Dr. Manuel Formigão seu principal fundador. Ontem, como hoje este Movimento tem  por objectivo:  " conhecer, viver e difundir a Mensagem  de Fátima". No último fim de semana tive o privilégio de integrado numa das peregrinações organizadas pelo  Secretariado Diocesano da Mensagem de Fátima poder partilhar da alegria e espiritualidade que esse Movimento irradia e transmite aos que dele se apróximam e por amor a Maria amarem a Deus e ao próximo.    

          Com cerca de 50 peregrinos, um autocarro do Santuário de Fátima partiu na 6ª-feira, dia 6, com destino final ao Monasteiro Mercedario de Poio (Pontevedra), passando pelos santos locais de Balasar, Santa Luzia e Tui.  Em Balasar, onde na igreja paroquial, o Sr.Padre Abel celebrou a Eucaristia, além do túmulo ali, também depois do almoço foi a visita à casa onde viveu a beata Alexandrina Maria da Costa.

 

          De Balasar partimos, pelo litoral, em direcção a Santa Luzia, passando pela Povoa, Ofir, Esposende e Viana. Aqui para subir ao deslumbrante  miradouro do monte de Santa Luzia de Viana do Castelo, e ali visitar a basílica do Sagrado Coração de Jesus, obra de arte que por iniciativa do padre António Martins Carneiro começou em 1903 e só em 1943 foi concluída. Nela deixaram marca alguns dos nossos mais famosos artistas nacionais, como por exemplo o escultor Aleixo Queirós Ribeiro, autor do Sagrado Coração de Jesus, em bronze, que se encontra à entrada da basílica. 

 

          Continuando por Carreço, Afife, Vila Praia de Âncora, Moledo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença, aqui antes de atravessar o rio Minho,  que faz fronteira com a Espanha, paramos no parque da NSra da Cabeça para petiscar, seguindo dali directos a Tuy, onde no oratório das Irmãs Dorotianas se fez um momento de oração. Neste local apareceu também a Virgem Maria à Irmã Lúcia, em 2 de Janeiro de 1944,  a quem falou acerca do terceiro segredo de Fátima. De Tuy partimos para São João do Poio, onde na hospedaria do seu famoso mosteiro se jantou e pernoitou

          No dia 7, 1º Sábado do mês, foi a visita à casa-conventual das Doroteias de Pontevedra, onde no quarto que fora da Irmã Lúcia, hoje transformado em capela, o Sr. Padre Abel celebrou Missa. Depois da visita ao quintal onde Jesus feito menino apareceu à Irmã Lúcia, e após uma visita à igreja de Santa Maria, onde Lúcia deu catequese, foi o regresso ao mosteiro do Poio para almoçar e depois ir de visita até Compostela para dar a São Tiago  o tradicional abraço.    

           Compostela é, juntamente com Jerusalém e Roma, um dos lugares de peregrinação mais importantes do mundo, onde nunca me canso de visitar e pena tenho de não poder fazer parte daqueles peregrinos que quer pelo "Caminho Francês", quer pelo "Caminho de Portugal" a pé fazem tão piedoso trajecto. Feita a visita e cumprida a tradição, ainda deu tempo para subir e parar no Monte do Gozo, e ao ar livre e chuviscado uma vez mais petiscar do abundante farnel dos responsáveis pela peregrinação, os Srs. Faustino  e José Felizardo, da Mensagem de Fátima. De volta ao Poio para jantar e dormir  foi depois, no dia 8, o regresso a Portugal, após a Missa dominical, celebrada pelo Sr Padre Abel, assistente espiritual da peregrinação,  na capela do Mosteiro, às 07h00, e de nos terem servido o pequeno almoço.  

 

          O destino agora era de novo o regresso a Portugal. Percorridos os cerca de 4kms que separam São João  do Poio da cidade de Pontevedra vamos continuar a viagem, passando por Vigo, em direcção à fronteira de Tuy. Às 10h27 estávamos a atravessar a ponte internacional de Valença do Minho para directos a Braga, com passagem por Ponte de Lima, visitar Nossa Senhora do Sameiro, onde às 11h30 chegamos. Feita a visita ao templo e à respectiva cripta, descemos ao Bom Jesus do Monte.   

 

           Também aqui depois da visita ao Crucificado que não deixa de acompanhar com o olhar - a quem d'Ele se aproxima -, foi a partida para o  convento  franciscano de Montariol (São Vitor - Braga), onde às 13h30 nos foi servido o almoço.

          E às 17h34, já em terras de Pombal, os peregrinos paravam para saudar a equipa de mensageiros  ali em serviço de apoio aos peregrinos de Fátima, para então ainda mais felizes regressarem a suas casas. Bela e proveitosa peregrinação por terras santas e com gente alegre mas também de muita oração. Aqui até o autocarro conduzido pelo Sr. Vieira parecia rodar santamente.   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:11


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D