Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Muito afectas a Fátima

por aquimetem, em 18.05.11

          Da "Santinha de Balasar" partimos pela Povoa de Varzim e Fão direitos ao Monte de Santa Luzia, famoso pela sua citania, conhecida por Cidade Velha, pela sua formosa basílica consagrada ao Sagrado Coração de Jesus, bem como ainda pela sua afidalgada pousada.  

          De transporte motorizado, a pé ou no funicular com mais extensão de linha existente no país (650 metros) subir ao Monte de Santa Luzia é um regalo para os olhos e consolação para o espírito. Sobranceiro à cidade de Viana do Castelo, além do templo e da citania, um pouco mais afastada, também a pousada, com 48 quartos, os jardins, as matas, a piscina e o recanto do lugar convidam a um revigorante sossego.      

           Se dos patamares fronteiros ao templo podemos recolher imagens como esta sobre a cidade, o leito do Lima e tudo quanto a sul fica para além de Darque, quanto melhores subindo ao terraço do zimbório e dali observar todo o espectacular panorama que a nossa vista alcança. Claro que para o fazer importa tempo e não sofrer de claustrofobia ou falta de força nas pernas.    

          Mas é um convite que deixo feito a quem pela primeira vez visite esta basílica cujo projecto se deve ao arquitecto Miguel Ventura Terra, como se sabe inspirado na Basílica de Sacré Coeur em  Montmartre, Paris, substituído em 1925 pelo arquitecto Miguel Nogueira. Os dois anjos que no interior ladeiam o Sagrado Coração de Jesus são do escultor Leopoldo de Almeida, o granito é da região e o mármore de Vila Viçosa. Vale apena com vagar visitar este miradouro sagrado, coroa real da cidade de Viana do Castelo, do mar vizinho e da foz do rio Lima.

 

          De volta à cidade seguimos por Afife, Moledo e Seixas em direcção a Cristelo Covo para antes de entrar em Espanha, no parque da Senhora da Cabeça, merendar do "peregrino farnel". Cristelo Covo é uma freguesia muito antiga do concelho de Valença, vizinha do rio Minho e cuja igreja em 1258 aparecia incluída no bispado de Tui. Também Segadães que lhe pertence era dantes local de passagem para os peregrinos a São Tiago.

 

           O parque de merendas da Senhora da Cabeça é um espaço de desporto e lazer muito frequentado quer por cristelenses quer como também por forasteiros que visitam terras de Valença. Afastado uns 3km da sede do concelho, aqui tem lugar na segunda-feira a seguir à Pascoa uma das  mais peculiares romarias do norte de Portugal, assim resumida : "O "Laço da Cruz" dá inicio aos festejos tradicionais. No final da visita pascal, é organizada , na igreja paroquial de Cristelo, a procissão em  direcção à Senhora da Cabeça. Vão lá os romeiros "cortar o raminho", de recordação da Santa. Junto  ao rio Minho, o recinto fervilha de devotos e curiosos, à espera que o Compasso entre no barco principal, que é acompanhado por muitos outros, formando cortejo único em direcção à margem galega, onde outra multidão aguarda a chegada dos visitantes para beijar a Cruz".  Nunca assisti mas dizem ser uma  romaria verdadeiramente espectacular, à minhota e galega!!!   

 `

          Depois, atravessado que foi o rio Minho para em Tui visitar o oratório das Irmãs Doroteias, eis-nos em terras de Espanha, também muito afectas a Fátima.

ver: http://terrasdolis.blogs.sapo.pt/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:04


Rodar santamente

por aquimetem, em 11.05.11

          O Movimento da Mensagem de Fátima remonta ao ano de 1926 e teve no cónego Dr. Manuel Formigão seu principal fundador. Ontem, como hoje este Movimento tem  por objectivo:  " conhecer, viver e difundir a Mensagem  de Fátima". No último fim de semana tive o privilégio de integrado numa das peregrinações organizadas pelo  Secretariado Diocesano da Mensagem de Fátima poder partilhar da alegria e espiritualidade que esse Movimento irradia e transmite aos que dele se apróximam e por amor a Maria amarem a Deus e ao próximo.    

          Com cerca de 50 peregrinos, um autocarro do Santuário de Fátima partiu na 6ª-feira, dia 6, com destino final ao Monasteiro Mercedario de Poio (Pontevedra), passando pelos santos locais de Balasar, Santa Luzia e Tui.  Em Balasar, onde na igreja paroquial, o Sr.Padre Abel celebrou a Eucaristia, além do túmulo ali, também depois do almoço foi a visita à casa onde viveu a beata Alexandrina Maria da Costa.

 

          De Balasar partimos, pelo litoral, em direcção a Santa Luzia, passando pela Povoa, Ofir, Esposende e Viana. Aqui para subir ao deslumbrante  miradouro do monte de Santa Luzia de Viana do Castelo, e ali visitar a basílica do Sagrado Coração de Jesus, obra de arte que por iniciativa do padre António Martins Carneiro começou em 1903 e só em 1943 foi concluída. Nela deixaram marca alguns dos nossos mais famosos artistas nacionais, como por exemplo o escultor Aleixo Queirós Ribeiro, autor do Sagrado Coração de Jesus, em bronze, que se encontra à entrada da basílica. 

 

          Continuando por Carreço, Afife, Vila Praia de Âncora, Moledo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença, aqui antes de atravessar o rio Minho,  que faz fronteira com a Espanha, paramos no parque da NSra da Cabeça para petiscar, seguindo dali directos a Tuy, onde no oratório das Irmãs Dorotianas se fez um momento de oração. Neste local apareceu também a Virgem Maria à Irmã Lúcia, em 2 de Janeiro de 1944,  a quem falou acerca do terceiro segredo de Fátima. De Tuy partimos para São João do Poio, onde na hospedaria do seu famoso mosteiro se jantou e pernoitou

          No dia 7, 1º Sábado do mês, foi a visita à casa-conventual das Doroteias de Pontevedra, onde no quarto que fora da Irmã Lúcia, hoje transformado em capela, o Sr. Padre Abel celebrou Missa. Depois da visita ao quintal onde Jesus feito menino apareceu à Irmã Lúcia, e após uma visita à igreja de Santa Maria, onde Lúcia deu catequese, foi o regresso ao mosteiro do Poio para almoçar e depois ir de visita até Compostela para dar a São Tiago  o tradicional abraço.    

           Compostela é, juntamente com Jerusalém e Roma, um dos lugares de peregrinação mais importantes do mundo, onde nunca me canso de visitar e pena tenho de não poder fazer parte daqueles peregrinos que quer pelo "Caminho Francês", quer pelo "Caminho de Portugal" a pé fazem tão piedoso trajecto. Feita a visita e cumprida a tradição, ainda deu tempo para subir e parar no Monte do Gozo, e ao ar livre e chuviscado uma vez mais petiscar do abundante farnel dos responsáveis pela peregrinação, os Srs. Faustino  e José Felizardo, da Mensagem de Fátima. De volta ao Poio para jantar e dormir  foi depois, no dia 8, o regresso a Portugal, após a Missa dominical, celebrada pelo Sr Padre Abel, assistente espiritual da peregrinação,  na capela do Mosteiro, às 07h00, e de nos terem servido o pequeno almoço.  

 

          O destino agora era de novo o regresso a Portugal. Percorridos os cerca de 4kms que separam São João  do Poio da cidade de Pontevedra vamos continuar a viagem, passando por Vigo, em direcção à fronteira de Tuy. Às 10h27 estávamos a atravessar a ponte internacional de Valença do Minho para directos a Braga, com passagem por Ponte de Lima, visitar Nossa Senhora do Sameiro, onde às 11h30 chegamos. Feita a visita ao templo e à respectiva cripta, descemos ao Bom Jesus do Monte.   

 

           Também aqui depois da visita ao Crucificado que não deixa de acompanhar com o olhar - a quem d'Ele se aproxima -, foi a partida para o  convento  franciscano de Montariol (São Vitor - Braga), onde às 13h30 nos foi servido o almoço.

          E às 17h34, já em terras de Pombal, os peregrinos paravam para saudar a equipa de mensageiros  ali em serviço de apoio aos peregrinos de Fátima, para então ainda mais felizes regressarem a suas casas. Bela e proveitosa peregrinação por terras santas e com gente alegre mas também de muita oração. Aqui até o autocarro conduzido pelo Sr. Vieira parecia rodar santamente.   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:11


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D