Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tem olho!

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 19.10.09

          Temos aí nas livrarias mais uma das "besteiras" do Zé Saramago, o serralheiro mecânico que nasceu numa Azinhaga do Ribatejo, em Novembro de 1922, mas que nem ao certo  sabe  se no dia 16 ou 18 desse mês. Não vou por isso dar-lhe os parabéns. 

           Mas  nasceu, e cedo viu que ser comunista e ateu ao mesmo tempo dava  para  regaladamente viver, conquistar  fama e dinheiro bastante para à capitalista  nas ilhas Canárias fazer de Lanzarote o seu paraíso terrestre. Os muitos zés que por esse mundo fora apreciam a boa leitura,  sem regra nem gramática, se encarregam de lhe sustentar o seu bom gosto de fazer livros e o atrevimento em tocar em matéria que por ateu desconhece e  por ignorância se faz dela sabichão. Mas não está sozinho, e até é Prémio Novel. Tem olho! É português, embora degenerado. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18


14 comentários

De jts a 30.10.2009 às 19:53

Boa noite, meus amigos...! Espero que a boa disposição e a nossa amizade, se não destruam, com as nossas opiniões, com as nossas ideias e principalmente, com o nosso espírito de Mondinenses.
Tenho que voltar a "Saramago", para que não fiquem dúvidas nos vossos espíritos, quanto à apreciação que fiz e que faço de tudo qunto é literatura, principalmente, portuguesa.
Claro, que o meu caro "COSTA PEREIRA", foi buscar o nome de um homem, que possivelmente admira - Vasco Pulido Valente - mas que eu infelizmente não gosto, nem um pedacinho. Como é sabido, as minhas convicções, goste-se ou não, são de uma sociedade socialista. Não daquela que o partido comunista apregoa, mas de uma sociedade, onde haja uma maior distribuição de riqueza e maior respeito, por quem trabalha.
Vejam o meu caso: com quase 72 anos, trabalho mais de 18 horas diárias e não me queixo... pelo contrário: se não trabalhasse tanto, possivelmente aociosidade já ma tinha morto.
Quanto à achega da minha querida "MARIA DA GRAÇA", quando eu disse que poderia haver um esvasiar de ideias no pensamento, era apenas e só, uma chamada de atenção, para as letras, a literatura portuguesa, etc., etc.
Para ser sincero, também eu não morro de paixão por "Saramago", mas isso não invalidaque o considere um inorme vulto da nossa sociedade actuas da literatura.
Bom. Penso que vou ficar por aqui hoje, para os meus amigos se não zangarem comigo, que é aquilo que eu não desejo por nadadeste mundo.

Um grande abraço aos dois e um òptimo fim de semana.
Teixeira da Silva

De jts a 30.10.2009 às 19:57

Peço desculpa de voltar ao blog, mas é só para dizer, que houve da minha parte algum descuido nas teclas do computador e há espaços que não foram respeitados e letras até trocadas, mas dá para entender.
Um abraço.
JTS

De mg a 30.10.2009 às 23:34

Boa noite sr.Teixeira da Silva!
Era o que faltava que não disséssemos aquilo que pensamos; por isso somos transmontanos e consequentemente respeitamo-nos também.É isso que nos distingue (olhe-me só esta vaidade).
Depois como eu já tinha dito, não podemos gostar todos do mesmo.Apareça sempre por aqui, sei que o nosso Conterrâneo o aprecia, apesar de não ser socialista .
Apreciei muito o seu livro sobre os Bombeiros (o tio Armando Borges mostrou ) e lá vi os meus dois avôs da fundação...obrigada desde já.
Aproveito para também desejar um óptimo fim de semana e saúde sempre.
Respeitosamente sempre.

De aquimetem, Falar disto e daquilo a 31.10.2009 às 00:50

Começo por baixo para ir a eito. Chegasse a um ponto que até a fardamenta por mais sofisticada que seja nos deixa ficar enrascados. Nós que rondamos apenas os 72, agora veja o outro com mais de 10 dos nossos em cima dele. Pobre Saramago! Mas olhe que não, por acaso até foi um madeirense que casualmente me deu um recorte desse jornal. Mas leio muitos outros de quem ambos somos admiradores e até amigos como o nosso insigne conterrâneo Mons . Ângelo Minhava , e um Barroso da Fonte que de português sabem o que Saramago não aprendeu, nem sabe, e que como Polido Valente passam a Saramago um certificado de ignorante gramaticalmente falando. Mas eu aqui não me atrevo a meter bedelho, pois aparelho bem com ele, o Nobel da nossa moderna literatice. Mas eu quase apostava que o meu prezado conterrâneo JTS foi mesmo para nos puxar pela língua que veio gabar uma peça que só vale porque alguns portugueses gostam de ser diferentes, de andar na moda, e que tem olho aproveita-se da maré. Eu tenho, mas é sagrado. Não, amigo Teixeira da Silva, jamais largaria um pérola que é a nossa amizade, para dar importância ao que não a tem, até porque da discussão nasce a luz, que luz se faça. Esta, pelo que li, é também a opinião da nossa conterrânea e amiga comum Mgraça . Comentem sempre e sem receio de dizer o que pensam. Um abraço à mondinense para ambos os comentadores.

De aquimetem, Falar disto e daquilo a 31.10.2009 às 00:59

Cá está o raio do come letras a pegar connosco. Algures a cima eu quis dizer: "e quem tem olho aproveita-se da maré"

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D